"NE PAS RIRE, NE PAS PLEURER, MAIS COMPRENDRE" SPINOZA

..."Here comes the sun smiling... How long have you been blue? There'd ever be a time for us to recapture all the time we lose... Cause it's plain to see, a storm is not the weather and i'm telling you girl : You'll look at them and smile "...

samedi 10 juillet 2010

Prazer em conhecê-la!!!

Ela não revela a idade sob hipótese alguma. Mas é surpreendente saber que aquela senhora tão gentil e cheia de energia já seja bisavó!!!

Cheguei ao apartamento, que também serve de atelier, meio apressada e um bocado atrasada para a entrevista marcada uma hora antes...
Cada detalhe do casa da artista plástica parecia contar lindas histórias... e o sorriso largo da senhora elegante me cativou assim que a vi!
Imaginava uma conversa enfadonha, permeada de uma certa dose de tédio...Me enganei, felizmente!!
Dagmar ou Dag França, como é mais conhecida, vestia uma túnica colorida. Usava os cabelos soltos, à altura dos ombros, cuidadosamente escovados.
Notava-se que era muito vaidosa. Os fios louros escondiam qualquer vestigio da brancura tão comum à idade. E a maquiagem equilibrada dava ainda mais vivacidade àquela senhora.
Estavamos ali para divulgar mais um trabalho de Dag, que se tornou conhecida mundo afora pelas telas que retratam a cultura, o folclore e as tradições goianas e brasileiras em estilo naif. Ingênuo somente na tradução, pois como ela mesma fez questão de definir é o próprio "anarquismo dos pincéis"! Não obedece regras, não
traça perspectivas, nem segue profundidades...É livre!!Como ela!!!
Primeiro ela nos mostrou algumas de suas telas preferidas: "Cirandinha", "festa no arraiá goiano", "Sob o olhar de Cora"..."A fazenda de Rio Formoso" ....e outras tantas que acabaram integrando o acervo do Museu Internacional de arte Naif, no Rio de Janeiro - considerado o maior acervo deste estilo no mundo. \
Em seguida, fomos para o atelier... Era preciso fazer algumas cenas da nossa artista no seu ambiente de trabalho!
E as surpresas vinham uma atrás da outra!! Dag tem singularidades que tornam sua personalidade ainda mais encantadora.
_"Não dou uma pincelada sequer sem música!"
Genial, eu pensei!!
Uma das filhas providenciou a trilha sonora embalada pela voz de Altemar Dutra ( "Quero que você me risque do meu caderno" ecoava pelas paredes do apartamento!! Fantástico!!) 
Dag também sempre pinta quatro telas de uma vez, nunca uma só!!!
Não pude evitar a comparação com uma estranha mania minha de ler pelo menos quatro livros ao mesmo tempo, rs!! Quanta coincidência! Número cabalístico? Quem vai saber??? Vai ver um dos motivos por ter me identificado tanto com ela, rsrs!!!
Dag também faz questão de estar descalça para trabalhar e , pasmem meus amigos, ela detesta se sujar de tinta. Impressionante como o paninho branco vai sendo manuseado e garantindo que as mãos de nossa entrevistadas permaneçam impecavelmente limpas!!!
O talento de Dag é inquestionável! A doçura de sua personalidade, contagiante!! Fiquei feliz ao saber que uma goiana nos representa tão bem no Brasil e em tantos países como Itália, Alemanha, França.
Mas ainda mais tocante perceber o amor que tem pela vida! Apesar da idade (poderia simplesmente estar aposentada e pintando seus quadros) ela trabalha com doentes terminais no hospital de combate ao câncer de Goiânia, referência na Região Centro -Oeste.
E é uma mulher de fibra, criou os três filhos e quando já era avó é que começou a arriscar os primeiros traços.
Inconformada com injustiças, carrega uma marca registrada em suas telas que chamou minha atenção: adora retratar festas folclóricas e casamentos e suas noivas estão SEMPRE grávidas!
_"Por quê?" Perguntei de imediato!!
Ela contou que nunca se conformou com o dia em que, ainda criança, morando no interior do Estado, viu uma jovem pobre seguindo em direção ao Fórum para oficializar o casamento.
A moça, segundo ela, desceu as ruas vestida com uma grinalda empoeirada e atrás dele seguia uma pequena multidão de moradores que soltava foguetes e gritava impropérios contra a menina...
A razão daquela cena gortesta, Dag descobriria indignada: a jovem estava sendo obrigada a se casar porque o pai descobrira que estava grávida...e gravidez antes de um casamento era algo inaceitável naqueles tempos onde a hipocrisia reinava num mundo machista e retrógrado...
As marcas daquele testemunho foram tão profundas que, desde começou a pintar Dag faz questão de levar para as telas imagens de jovens felizes, ricas, em lindas festas, se casando com belos vestidos de noivas e TODAS exibindo uma enorme barriga de grávida!!!
Achei o máximo!! Foi a forma que a alma irreverente da artista encontrou de "vingar" a moça cuja história de humilhação a entristeceu tanto na infância!!!

Fui embora! Também apressada pois perdi a hora em meio a tantas histórias interessantes e precisava concluir a matéria ainda naquele dia!!
Chegando à redação percebi que tinha perdido todas as minhas anotações, todo o material que escrevi sobre minha entrevistada. Revirei bolsa, virei do avesso o carro da reportagem, chequei cada cantinho dos locais por onde passsei...e NADA!! Meu Deus, era só o que me faltava....uma colega produtora até mesmo ligou para a filha de Dag para conferir se meus rascunhos não haviam ficada para trás...era minha última esperança...Também NÃO!!!
Prometi para minha chefe que iria dar um jeito e a matéria estaria pronta na segunda-feira!
Chegando em casa, corri para o computador afim de anotar cada detalhe e garantir as informações para o meu material...
Mas ao contrário de um texto jornalístico senti mesmo foi vontade de compartilhar aqui a doçura e a força desta admirável mulher, que transpira vida em cada gesto e é uma grande demonstração de que se pode envelhecer com alegria e dignidade!!!

Simplesmente, uma admirável mulher!!

__________________

P.S.: Dag tem um blog, se quiserem conferir o trabalho da artista cliquem aqui: http://www.dagfranca.com.br/

1 commentaire:

jefhcardoso a dit…

Parece que foi realizar apenas um trabalho, mas saiu com uma grande história de uma pessoa que lhe causou admiração. Gostei de sua crônica.
Jefhcardoso do
http//:jefhcardoso.blogspot.com